quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Feliz

A todos os meus web leitores, o meu muito obrigado por nos acompanhar no ano de 2010 e espero estarmos juntos em 2011.
Que as bençãos de Deus esteja com todos vocês.

E a Paz do nossos Senhor e Salvador Jesus Cristo esteja com todos vós.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

ENTREGA DE CERTIFICADOS

Aconteceu na ultima quarta feira dia 22/12/2010, na Igreja Assembleia de Deus na cidade de São João do Sabugi-RN, culto de gratidão a Deus por mais uma turma que concluiu o discipulado, desta feita 20 novos irmãos receberam os seus certificados.
O Discupulado tem como objetivo orientar os novos convetidos, são 12 lições basicas, que visa fortalecer e esclarecer algumas duvidas no novo converso.
O Irmão José Walter que é o diretor do curso, estva feliz  por mais uma etapa cumpida e já planeja novas turmas para o ano 2011.

veja fotos.

 Pr. José Raimundo falando da importancia do discupulado

Aux.Damião Joatã (profesor do discpulado)

 Aux. José Walter (Diretor do discipulado)
 Luzia Marly ( Secretaria)
















Todos os concluintes do discipulado.

sábado, 18 de dezembro de 2010

BATISMO EM ÁGUAS

Conforme ja divulgado por este blog foi realizado neste sabado dia 18 de novembro  mais um batismo em águas na Assembleia de Deus na Cidade de São João do Sabugi-RN, desta feita 27 novos irmãos desceram as águas batismais, sendo 20 irmãos da A.D. São João do Sabugi e 7 da A.D. da Cidade de Ipueira.
Estiveram presentes representando o Pr. Jonas Antonio da cidade de Caicó que o supervisor do campo, o Pb. Joseilton, o Pb. Assis e sua esposa  e filho e o Pr. Miltom da cidade de São José do Serido, e muitos irmãos da igreja e familiares do batizandos.
Os celebrantes do batismo foram o Pr. José Raimundo da A.D. de São João do Sabugi e o Pr. Antonio Faustino da A. D. da cidade de Ipueira.

veja fotos do Batismo.
 Caminhando em direção ao local do batismo

Oração para iniciar o batismo




video

CASAMENTOS COLETIVO

Sexta feira movimentada na Assembleia de Deus na cidade de São João do Sabugi-RN, aconteceu casamentos coletivo, 06 casais receberam as bençãos matrimoniais.
A igreja que é liderada pelo Pr. José Raimundo, realizou desta feita mais seis casamentos, casamentos estes que foram adquiridos pelo Tabeliã Edineusa Maria de Araújo Figueredo.
Agradecemos a Drª Edineusa pelo esforço empreendido para adquirir os mesmo, rogamos ao Senhor que continue te abençoando e derramando sobre voce e a sua familia muitas bençãos.

veja fotos.
 Templo preparado para receber os casais
 Todos os casais dentro do Templo
 Celebrante Pr. José Raimundo
 Carlos e Lidiane
 Luciano e Viviane
 Josemberg e Dayanne
 Orlando e Fatima
 José da Silva e Graciete
Edimar e Joana D"arc

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

CASAMENTOS COLETIVO e BATISMO EM ÀGUAS

Acontecerá na proxima sexta feira dia 17 de Novembro  as 19:00 Horas no Templo Sede da Igreja Assembleia de Deus em São João do Sabugi - RN, mais um casamento coletivo, desta feita 06 casais receberão as bençãos do Matrimonio, casais que anteriormente viviam maritalmente e após aceitarem Jesus como Salvador sentem o desejo de se casar civilmente para  batisar-se nas águas cumprindo assim o que esta escrito em (Mc - 16-16 Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.)
E no sabado as 9:00  acontecerá o batismo, onde quase 3 dezenas de irmãos estarão descendo as águas.

FAMILIA NO ALTAR

Aconteceu no ultimo domingo dia 12 de Novembro a abertura do Culto denominado Familia no altar, na Igreja Assembleia de Deus em São João do Sabugi-RN, o objetivo é o fortalecimento das familias, onde tem sido o alvo de satanaz , Deus tenha misericordia de todos nós.
A igreja estava repleta de irmãos e felizes louvavam e exaltavam o nome de Jesus.

veja algumas fotos.

 Familia da Irmã Toinha ( Esta familia pertencia toda a um circo)
 Familia da Irma Luzia Medeiros ( Uma das maiores familia da Igreja)
 Pr. José Raimundo e Conceição ( Louvando ao Senhor)
Pr. José Raimundo e Conceição e o Diacono João Bezerra e a Irmã Raimunda ( Na direção do culto)

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Adoração a Jesus, o sentido do natal

.
 Pastor Martim Alves da Silva (Pr. da A.D. Mossoró)
   Artigo publicado em 06/12/2010 por Jornal a Voz    
        Qual o sentido do Natal? Por curiosidade, um pesquisador resolveu inquirir algumas pessoas a respeito. As respostas foram as mais diversas: os entrevistados se lembraram da troca de presentes, árvores iluminadas, papai Noel, mas esqueceram do principal: Jesus Cristo. Da perspectiva científica, é evidente que não podemos saber com precisão em que data Cristo nasceu. Mesmo assim, a igreja escolheu 25 de dezembro como dia provável para a celebração do nascimento de Jesus. Contraditoriamente, os estudos revelam que a pessoa menos lembrada no dia do nascimento é o próprio aniversariante.
    
        Segundo o relato evangélico, Jesus teve um nascimento histórico, nos dias em que César Augusto era o imperador de Roma, e Herodes, o governador da Judéia. Como seus pais não encontraram um lugar para se instalarem, nasceu numa estrebaria, em Belém, uma pequena cidade. Como naqueles dias, muitos rejeitam a Jesus. Mesmo no Natal, a correria frenética para a compra dos presentes, dos adornos da árvore natalina e a figura deslocada de Noel fazem com que Jesus passe desapercebido. Esse se torna um momento oportuno para, tal como fez Paulo em Atenas, ao se reportar ao Deus-Desconhecido (At 17), possamos apontar para o genuíno sentido do Natal.

        Há  mais de dois mil anos, em tal ocasião, declararam os anjos: “Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor” (Lc 2.10,11). Mateus registra que os magos do Oriente viram uma estrela cintilar e que essa os guiava até onde estaria o menino. O evangelista narra: “e, vendo eles a estrela, regozijaram-se muito com grande alegria” (Mt. 2.10). Esse é o resultado do Natal, a alegria que somente pode ser experimentada mediante a percepção de Jesus, Salvador, Cristo e Senhor. Por isso bradaram os anjos em vozes altissonantes: “Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens (Lc. 2.14).

        A atitude dos magos do Oriente é um exemplo a ser seguido por todos aqueles que querem vivenciar o verdadeiro sentido do Natal. Eles persistiram até chegar a Belém, com o intuito único de adorar Aquele que fora revelado como o Rei dos Judeus, o Salvador do mundo. Eles “prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra” (Mt. 2.11). Ainda que o contexto fosse desconcertante, um rei nascido em uma estrebaria, eles não hesitaram em se prostrar, adorar e oferecer dádivas a Jesus. Esses presentes têm especial representatividade: ouro, mostra que Ele é Rei e Senhor; incenso, Deus a quem tributamos louvor; e mirra, o Salvador que se sacrificaria pelo pecado da humanidade.

        Tal como fizeram aqueles magos, devemos reconhecer Jesus como o verdadeiro sentido do Natal. Em meio à correria, às compras e trocas de presentes e das ruas repletas de brilho, não esqueçamos do anúncio da estrela que apontava para Aquele que é a razão de ser dessa celebração. Guiados pela Bíblia, a Palavra de Deus, em espírito e verdade, devemos nos prostrar diante dEle, oferecendo o que há de melhor, nossas próprias vidas, em adoração por Seu amor infindo, pela graça maravilhosa de ter se esvaziado da Sua glória (Fp 2.6-8), tomado a forma humana, a fim de que, por meio do Seu Sacrifício vicário na cruz, fôssemos reconciliados com Deus. A Jesus Cristo, o verdadeiro sentido do Natal, seja honra e glória eternamente.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

LEITURA DA BÍUBLIA - ÊXODO - CAP.14- 1-31


 
 Deus anuncia a ruína dos egípcios
2 Fala aos filhos de Israel que voltem, e que se acampem diante de Pi-Hairote, entre Migdol e o mar, diante de Baal-Zefom; em frente dele assentareis o campo junto ao mar.
3 Então Faraó dirá dos filhos de Israel: Estão embaraçados na terra, o deserto os encerrou.
4 E eu endurecerei o coração de Faraó, para que os persiga, e serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, e saberão os egípcios que eu sou o Senhor. E eles fizeram assim.
5 Sendo, pois, anunciado ao rei do Egito que o povo fugia, mudou-se o coração de Faraó e dos seus servos contra o povo, e disseram: Por que fizemos isso, havendo deixado ir a Israel, para que não nos sirva?
6 E aprontou o seu carro, e tomou consigo o seu povo;
7 E tomou seiscentos carros escolhidos, e todos os carros do Egito, e os capitães sobre eles todos.
8 Porque o Senhor endureceu o coração de Faraó, rei do Egito, para que perseguisse aos filhos de Israel; porém os filhos de Israel saíram com alta mão.
9 E os egípcios perseguiram-nos, todos os cavalos e carros de Faraó, e os seus cavaleiros e o seu exército, e alcançaram-nos acampados junto ao mar, perto de Pi-Hairote, diante de Baal-Zefom.
10 E aproximando Faraó, os filhos de Israel levantaram seus olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então os filhos de Israel clamaram ao Senhor.
11 E disseram a Moisés: Não havia sepulcros no Egito, para nos tirar de lá, para que morramos neste deserto? Por que nos fizeste isto, fazendo-nos sair do Egito?
12 Não é esta a palavra que te falamos no Egito, dizendo: Deixa-nos, que sirvamos aos egípcios? Pois que melhor nos fora servir aos egípcios, do que morrermos no deserto.
13 Moisés, porém, disse ao povo: Não temais; estai quietos, e vede o livramento do Senhor, que hoje vos fará; porque aos egípcios, que hoje vistes, nunca mais os tornareis a ver.
14 O Senhor pelejará por vós, e vós vos calareis.
A passagem pelo mar

 
15 Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.
16 E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.
17 E eis que endurecerei o coração dos egípcios, e estes entrarão atrás deles; e eu serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, nos seus carros e nos seus cavaleiros,
18 E os egípcios saberão que eu sou o Senhor, quando for glorificado em Faraó, nos seus carros e nos seus cavaleiros.
19 E o anjo de Deus, que ia diante do exército de Israel, se retirou, e ia atrás deles; também a coluna de nuvem se retirou de diante deles, e se pôs atrás deles.
20 E ia entre o campo dos egípcios e o campo de Israel; e a nuvem era trevas para aqueles, e para estes clareava a noite; de maneira que em toda a noite não se aproximou um do outro.
21 Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o Senhor fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.
22 E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda.
23 E os egípcios os seguiram, e entraram atrás deles todos os cavalos de Faraó, os seus carros e os seus cavaleiros, até ao meio do mar.
24 E aconteceu que, na vigília daquela manhã, o Senhor, na coluna do fogo e da nuvem, viu o campo dos egípcios; e alvoroçou o campo dos egípcios.
25 E tirou-lhes as rodas dos seus carros, e dificultosamente os governavam. Então disseram os egípcios: Fujamos da face de Israel, porque o Senhor por eles peleja contra os egípcios.
26 E disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão sobre o mar, para que as águas tornem sobre os egípcios, sobre os seus carros e sobre os seus cavaleiros.
Os egípcios perecem no mar
 
27 Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o mar retornou a sua força ao amanhecer, e os egípcios, ao fugirem, foram de encontro a ele, e o Senhor derrubou os egípcios no meio do mar,
28 Porque as águas, tornando, cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nenhum deles ficou.
29 Mas os filhos de Israel foram pelo meio do mar seco; e as águas foram-lhes como muro à sua mão direita e à sua esquerda.
30 Assim o Senhor salvou Israel naquele dia da mão dos egípcios; e Israel viu os egípcios mortos na praia do mar.
31 E viu Israel a grande mão que o Senhor mostrara aos egípcios; e temeu o povo ao Senhor, e creu no Senhor e em Moisés, seu servo.

1 Então falou o Senhor a Moisés, dizendo:
 

domingo, 28 de novembro de 2010

Pr Pedro Antão da AD Cruzeta parte para o Senhor

Hoje pela manhã, passou a estar com o Senhor o pastor Pedro Antão que pastoreava a Assembleia de Deus em Cruzeta-RN, o corpo foi velado no templo daquela cidade até as 19 horas, que após um cerimônia presidida pelo Pr Dijeso Gomes, pastor da AD de Currais Novos e supervisor do Campo, com a presença do Pr Jonas da AD Caicó, foi conduzido para a capital do nosso estado, onde amanhã às 15 horas haverá um culto fúnebre no templo da Assembléia de Deus em Lagoa Seca, na Rua José Farache (ao lado do Midwal) e o sepultamento será no cemitério de Nova Descoberta.
          Á família enlutada, registro aqui os meus sinceros votos de consolo e conforto pela ação do Espírito Santo. 

          (Salmos 116:15) - Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos .

Fonte:  blog do Pb. Joseilton Dantas
.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

NATAL - Mensagem aos pastores das ADs no Brasil

Pr. José Wellington Bezerra da Costa

"O anjo, porém, lhes disse: não temais, eis que vos trago boa nova de grande alegria, que será para todo o povo; é que hoje vos nasceu na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor”, Lucas 2.10,11.

Com essas entusiásticas palavras, o anjo comunicou aos pastores o nascimento de Jesus. Naquele dia, obrigados por um edito de César, que ordenava que fosse feito o recenseamento do Império, José e Maria, vindos da longínqua Nazaré, chegavam a Belém – ela, exausta de cansaço e ele, cheio de cuidados por ela.

Não achando lugar na hospedaria, tiveram de se abrigar, por aquela noite, em uma estrebaria. Foi nesse lugar sem conforto e nessa aflitiva situação que Maria deu à luz ao seu filho, sem berço para deitá-lo, apenas uma manjedoura onde os pastores o visitaram.

Assim quis o Filho de Deus dar entrada no cenário do mundo. Seus pais, pessoas simples. Por causa da viagem forçada e o acúmulo de gente na cidade, vinda para o recenseamento, não lhe puderam dar ao nascer nenhum conforto. Interessado no homem e não nas coisas do homem – bens ou posições – quis o Senhor que assim fosse para mostrar, desde logo, que esses são valores secundários e até mesmo dispensáveis, mas nas quais os homens, muitas vezes absorvidos, se dedicam, esquecendo-se de Deus e da vida eterna.

O fato mais estupendo da história humana ocorreu assim, com inteira indiferença para os interesses secundários do mundo, bem como para o pecado.

Avisado por um anjo, um grupo de pastores que pastoreavam nos mesmos campos onde Davi outrora apascentava as ovelhas do seu pai foi visitar e honrar o menino cujo nascimento era “uma nova de grande alegria para o povo”. E no instante em que o anjo, cercado de grande luz, dava aos pastores as indicações referentes ao lugar em que nascera Jesus, uma multidão dos exércitos celestiais apareceu louvando a Deus e dizendo: “Glória a Deus nas maiores alturas; paz na terra, entre os homens a quem ele quer bem”.

Dessa maneira, em contraste com a indiferença do mundo, representantes da corte celeste e do escol espiritual de Israel honraram o humilde berço de Belém.

Quero trazer, neste momento, uma mensagem aos pastores do Brasil: “Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma”, 3João 2.

Chegamos ao final de mais um ano nos sentindo felizes por cumprir a nossa tarefa. Foram muitos os obstáculos, mas, com a bênção do nosso bondoso Deus, vencemos a todos eles.

Prezado companheiro, com muita alegria queremos deixar a nossa palavra de agradecimento. O nosso caminho é feito pelos nossos próprios passos, mas a beleza da caminhada depende dos que vão conosco. Você sempre caminhou ao nosso lado. Obrigado pela sua fiel amizade!

Assim, neste novo ano que terá início, que possamos continuar juntos, mais e mais, em busca de um mundo melhor, cheio de paz, saúde, compreensão, amor e muitas bênçãos de Deus.

O nosso desejo é que neste Ano Novo nossas esperanças sejam renovadas, e que possamos cumprir bem a nossa missão que nos confiou o Senhor Jesus de levar ao mundo a doce mensagem da Salvação.

Que o fulgor dos nossos corações unidos intensifique a manifestação de um Ano Novo repleto de vitórias, e que o resplendor dessa chama seja como a tocha que ilumina nossos caminhos na construção de uma vida eterna com Jesus, repleta de alegria.

A todos os nossos companheiros, que temos o mesmo ideal, amigos que já fazem parte da nossa equipe de trabalhos, desejo que as próximas experiências de mais um Ano Novo lhes sejam construtivas, saudáveis e harmoniosas.

Nós, pastores componentes da Mesa Diretora da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), desejamos que a paz e as mais ricas bênçãos dos Céus sejam constantes no seu contínuo despertar, ao lado de sua preciosa família e do rebanho que lhe confiou o Senhor Jesus.

Um feliz 2011! "Prossigamos “para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3.14).
Pr. José Wellington Bezerra da Costa
Presidente da AD - Ministério do Belém
CONFRADESP e CGADB
 

Mensagens de reflexão sobre a vida

Um momento de reflexão pode durar alguns segundos, mas para algumas pessoas já é o suficiente para dar uma pausa em tudo o que pensa sobre a vida, refletir sobre a vida é muito mais do parar e pensar sobre o que está acontecendo, ou que está vivenciando, mas é uma maneira de observar por um instante ou por anos de como a vida é realmente, seja lamentável e humilde, simples e bela, extraordinária e elegante, isso faz com que as pessoas de um modo geral dêem mais valor para o que elas possuem desde coisas materiais até afetuosas. Algumas coisas podem ser simples e suficientes para se tornar refletiva, como um desabafo com um amigo, a vista do pôr do sol, o cheiro da chuva, uma frase, um poema e outras coisas que a vida nos proporciona, mas muitas vezes sabemos aproveitar e são nesses momentos que vemos quantas oportunidades de viver intensamente perdemos.
Muitos escritores, autores, mestres,  músicos, poetas, atletas, filósofos e outros artistas se tornam símbolos por suas frases cheias de sentidos sobre a vida como um todo, poemas, textos e frases incríveis que grandes artistas conseguem em poucas ou em muitas palavras dizer o que pensam e como resumem a vida, ou alguns sentimentos mais intensos como o amor que sentimos por outras pessoas e até por nós mesmos. Alguns acreditam que a vida não tem sentido e que não é possível interpretá-la, outros acreditam em algumas filosofias sobre o sentido que a vida tem ou que o sentido da vida é a missão que cada um tem antes de morrer e assim vai seguindo a vida cheia de teorias e mistérios, o que sabemos é que durante maior parte dos anos em que vivemos tentamos decifrara vida de cada um e no final a conclusão tirada é que temos que dar valor a cada minuto que vivemos fazer a vida valer a pena,
aprender com os erros, se orgulhar de ter aprendido, reconhecer as vitorias e valorizar o que cada um é.
São necessários termos amigos para viver feliz, ter a paz para poder dormir, o amor para poder sonhar, a felicidade para poder sorrir, a brisa para poder sentir, o sol para iluminar, a chuva para molhar a terra, as dificuldades para vencer, os inimigos para combater, o
belo para admirar, o feio para existir o belo, a esperança para continuar e a saudade para ter certeza que tudo valeu à pena.
Fernando Pessoa dizia “O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos.”
Machado de Assis “Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o
destino, para escrever um novo caso, precisa apagar o caso escrito.”
Uma das frases mais conhecidas do Livro de  Provérbio  “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.”
“A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.” Charles Chaplin. “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terá so que colher.” Cora Coralina.
“Há duas épocas na vida, infância e velhice, em que a felicidade está numa caixa de bombons.” Carlos Drummond de Andrade.


Fonte. blog brasil

SIGA A INTUIÇÃO

        

      Desejando encorajar o progresso de seu jovem filho ao piano, uma mãe o levou a um concerto de Paderewski. Deixado só por instantes, o garoto usou a oportunidade para explorar os recantos do teatro.
            Quando as luzes abaixaram e o concerto estava prestes a começar, a mãe descobriu, horrorizada, seu filho sentado ao teclado, inocentemente catando as notas de "Cai, cai, balão".
            Naquele momento, o grande mestre de piano fez sua entrada, rapidamente foi ao piano, e sussurrou no ouvido do menino: - Não pare, continue tocando.
            Então, debruçando, Paderewski estendeu sua mão esquerda e começou a preencher a parte do baixo. Logo, colocou sua mão direita ao redor do menino e acrescentou um belo acompanhamento de melodia.
            Juntos, o velho mestre e o jovem noviço, transformaram uma situação embaraçosa em uma experiência criativa.
            É assim que as coisas são. Na próxima vez que você se determinar a realizar algo, procure ouvir: - "Não pare, continue fazendo".
            Lembre-se, o Mestre não ajuda aqueles que sabem fazer. Ele ajuda aqueles que precisam. Quem sabe Ele estará lá para transformar seu "Cai, cai, balão" em uma experiência maravilhosa?

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

ANIVERSÁRIO

Aniversariou no ultimo sabado o Pastor Milton da Cidade de São José do Serido, aconteceu um culto de ação de graças e contou com a presença do Pastor Jonas da Cidade de Caico que tambem é supervisou do campo, presentes tambem ali o Pr. Josue Aquino ( Jardim do Serido), os presbiteros Assis e Joseilton com as suas respectivas familias da cidade de caico, Pr. José Raimundo ( São Jão do Sabugi ) com sua esposa a Irmã conceição, a igreja estava feliz comemorando mais um ano de vida do seu pastor.

Veja Algumas fotos.