sexta-feira, 14 de maio de 2010

AGRADECENDO NA DOR

Todos nós passamos por momentos de prova, tristeza, dor... São experiências dolorosas, é bem verdade, porém é bíblico agradecer a Deus esses tempos difíceis. Devemos nos lembrar de José, moço temente a Deus. Por causa de seu comportamento exemplar os próprios irmãos tramaram contra ele. José tinha motivos para rebelar-se, sentir-se órfão, desamparado, injustiçado... Mas não o fez. Permaneceu firme em seus propósitos, sendo rapaz de comportamento louvável, servo fiel.
Ora, Deus poderia tê-lo levado ao Egito de uma outra maneira, a fim de torná-lo governador, sem que precisasse ter passado pelas situações constrangedoras pelas quais passou. Os caminhos trilhados por José foram caminhos tortuosos aos nossos olhos limitados. Todavia, nosso Deus é muito sábio e cheio de criatividade. Ele faz um mal que nos sobrevêm transformar-se num grande bem.
Saibamos agradecer a Deus as lágrimas do presente. Como assim? – Alguém pode perguntar. Vejamos um outro exemplo: os israelitas caminhando pelo deserto, parecem ter esquecido o grande milagre que fez o mar repartir suas águas para dar lugar a um caminho aberto por Deus. Rapidamente enfadaram-se da jornada e murmuraram desgostosos. Por causa da murmuração tornaram ainda mais longa a peregrinação pelo deserto. Se tivessem dado graças pelas lágrimas do presente, em menos tempo veriam que logo adiante uma terra boa esperava por eles.
É isso aí! Nosso choro pode durar uma noite, e essa noite vai nos parecer bem longa e escura. Mas tendo Deus por nosso general, crendo que Ele é vencedor, também haveremos de vencer. Sejamos gratos ao Todo Poderoso na angústia. Façamos isto por fé. Então veremos o grande milagre que Deus fará para aplainar os caminhos tortuosos e fazer jorrar manancial de águas em lugares desertos.


Artigo escrito por: Margarete Solange

2 comentários:

jorgelmorais disse...

Na verdade a vida cristã é cheia de altos e baixos no que se refere a lutas e vitórias. É como diz do ditado: "Depois de uma grande subida sempre vem uma grande descida". Parabéns pelo artigo.

nadijane disse...

Eu creio,já estive em situações muito difíceis e sempre agradecendo a Deus por não ser pior,e para glória de Deus o pior nunca chegou.O pior que eu acho é perder um filho pro inimigo e isso Deus tem dado o livramento.Vou lutando e orando e um dia eu direi "Eu e minha casa servimos ao Senhor".
Seu artigo me acordou,confesso que estava um pouco sonolenta.
Beijos