domingo, 16 de maio de 2010

NÃO QUEREMOS SER HUMILHADOS

Com certeza Jonas não é um dos nossos personagens bíblicos favoritos: amuado, desobediente, não é um bom exemplo. Mas a sua história serve de grande lição para nós. Se não o admiramos, não devemos nos comportar como ele. Mas, infelizmente nos comportamos e nem percebemos que o fazemos. Levando o personagem Jonas para a o cenário da mulher Cananéia, o que teríamos? Alguém amuado como Jonas no lugar da mulher Cananéia certamente se aborreceria pelo fato de está clamando aflito por socorro e o Mestre simplesmente não lhe dá atenção. Dizendo de uma maneira mais popular: Jesus estava fazendo de conta que não estava ouvindo. Além disso, alguém cismado teria percebido o cochichado do discípulo dizendo para dispensá-lo. Então, se ao invés de ser como a mulher Cananéia, o crente fosse como Jonas, sem dúvida facilmente desistiria, iria embora todo ressentido... Dizendo algo do tipo: “Nunca pensei que até Jesus seria capaz de fazer pouco caso de mim”. E, mesmo que suportasse essa primeira afronta, será que suportaria ser comparado a um cachorrinho? Acredito que não. Então essa mágoa ficaria roendo esse crente por dentro e quando alguém falasse bem de Jesus, ele imediatamente comentaria sua decepção. Absurdo? Não! Fazemos isso, sem sentir que o fazemos. Quando nos dirigimos a alguém em momentos de aflição e esse alguém por algum motivo parece não fazer caso de nossa questão, nos magoamos profundamente. Além disso, quando essa pessoa percebe que nos desconsiderou e quer voltar atrás, tentando ajeitar a situação, nem sempre permitimos. Dizemos algo como: “Agora sou eu quem não quero mais saber”. A verdade é que não queremos ser humilhados. Lembramos nessas horas do exemplo da mulher Cananéia? Insistimos em falar com alguém que parece indiferente a nossa necessidade, considerando a possibilidade de Jesus está provando a nossa fé? Nem sempre. Porque a nossa fé é pequena e nossa sensibilidade nos faz amuados como Jonas.

Margarete Solange 14.05.2010. Obrigada Senhor

3 comentários:

Margarete Solange Moraes disse...

Orei a Deus pedindo que me inspirasse a escrever um artigo especialmente para o seu blog. Algo mais ou menos no estilo das publicações que tenho lido nele, que trouxesse um ensinamento para as pessoas, um motivo para meditar. Então surgiu esse texto e, por isso, agradeci a Deus. Até me esqueci de retirar o agradecimento e ele acabou sendo publicado. Mas não faz mal, agradecer a Deus é uma coisa boa e necessária. Sei que Deus me inspirou a escrevê-lo, pois se essa mensagem não for proveitosa para mais ninguém, não nego, através dela Deus falou comigo.

nadijane disse...

Pode ter certeza de uma coisa,Deus falou com você e comigo através de você,desde sexta-feira estava no MSN e me senti sozinha,esquecida,humilhada.Obrigada Deus pela mensagem me aliviou D+.
Você sempre sendo usada por Deus e abençoando pessoas em nome de Jesus.O texto foi direto ao meu coração.Pastor Raimundo Deus te enviou uma grande escritora.
abraço em Cristo.

Rafaela disse...

Falou também para mim, muito linda a mensagem, assim como as coisas de Deus.