quarta-feira, 23 de junho de 2010

Ide e Pregai


Poesia de Henry Crocker

Daí-nos uma palavra prodigiosa,
Palavra emocional e poderosa
Como um grito de guerra a clarinar.

Daí-nos a chama flamejante e intensa
Que desperte os Cristãos da indiferença
E os chame para o campo a batalhar.

Uma palavra de ordem terminante
Ressoa pelo espaço a cada instante,
Nesta expressão sublime: IDE E PREGAI!

Em nome de Jesus que no amor encerra,
Disseminai agora em toda terra
O evangelho divino do perdão.

Aos homens em delitos e pecados
Que vivem como ovelhas, desgarrados,
Sem esperança e sem consolação!

Ao mundo pecador e decaído,
Fazei este evangelho conhecido,
Que é dom supremo do divino pai.

E, aos que jazem nas trevas da maldade,
Proferi a mensagem da verdade,
Nesta expressão sublime: IDE E PREGAI!

* * *

2 comentários:

Margarete Solange Moraes disse...

Lembro-me de que essa foi a primeira poesia que eu recitei na igreja. Eu era nova convertida e congregava na Presidente Bandeira em Natal.

nadijane disse...

Poesia linda!
O que mais me chamou a atenção e parei p/ refletir:

o mundo pecador e decaído,
Fazei este evangelho conhecido,
Que é dom supremo do divino pai.
Parabéns ao autor da poesia.