quinta-feira, 24 de junho de 2010

Senhor de Tudo

Não importa o que aconteça,
Escureça-se o sol, monte estremeça,
Ele é Senhor de tudo, o maioral,
Dono do teu coração.
Grande general.
Se estás fraco, Ele é teu forte,
Te livra do mal,
Dos perigos da morte.
Se murmuras, se tropeças,
Ainda assim Ele é fiel,
E ninguém pode desfazer o que Ele faz.
Se o perdão Ele te dá,
Vai em paz!
Se o pecado te atrair,
Não peques mais.
Porque o Senhor vale mais
Que qualquer outro prazer.
Levanta o fraco,
Destrói flecha, quebra o arco,
Está conosco quando pensamos
Que Ele nos deixou sós.
Quando águas se levantam
E tormentas nos espantam,
Ele surge devagar andando sobre
Qualquer mar,
E o seu falar aquieta qualquer
Atormentado coração.
Aquietai-vos, então,
Por saber que Ele é Deus.

Fonte: Margarete Solange Moraes. Inventor de Poesia: Versos Líricos. Mossoró, RN, Queima Bucha, 2010.

Um comentário:

Margarete Solange Moraes disse...

A Deus sou grata por tudo. Tu és, Senhor, tudo sempre e para sempre!
Obrigado ao Administrador do Penso e Falo por publicar dia a dia meus poemas. Desejo que haja através da leitura dessas poesias um saldo positivo, pois sobre isso tenho orado a Deus constantemente pedindo que os meus escritos sejam usados para edificação das pessoas e jamais para trazer-lhes qualquer prejuízo.